Pais: fiquem ligados nessa nova epidemia!



Com o começo do outono, as epidemias se intensificam e as crianças são algumas das principais vítimas delas. Nas escolas, no parquinho, creches ou até mesmo em casa: nunca estão imunes ao contágio. Apesar da maioria as crianças serem vacinadas contra as epidemias comuns, os patógenos das enfermidades infecciosas sofrem mutação e mudam constantemente.


NOVA EPIDEMIA CONSTATADA


Este ano os médicos observaram um aumento das enfermidades causadas especialmente por um vírus resistente. a estomatite enteroviral vesicular, que se conhece popularmente como “mão-pé-e-boca”, ultimamente tem começado a progredir rapidamente. Os especialistas predizem que este ano podemos ter um record de casos desta enfermidade.



Quais os sintomas?
São similares aos do resfriado, com febre e dor de garganta. Mas, na palma das mãos, nas solas dos pés e na cavidade bucal aparecem manchas, parecidas com "picadas". Em casos raros, podem aparecer, também, em outras cavidades do corpo, como as genitais. 






Por que esse vírus têm se difundido?

Se difunde muito rápido pois o a contaminação é direta através da saliva ou muco do enfermo. Ou seja, se você entrar em contato com alguém através de um aperto de mãos ou troca de beijos, você pode pegar o vírus. 




Por esta razão, a enfermidade se propaga muito rápido nos centros escolares, onde as crianças frequentemente estão cobertos de salivas e muco. Assim como nas escolas, onde os estudantes compartilham lanches e bebidas. A enfermidade também afeta pessoas com baixa imunidade e por isso as pessoas de idade avançada também são vulneráveis.




Qual o nível de perigo ao ser contagiado pela doença?
Apesar de ser uma doença contagiosa, não é perigosa. Deve levar em torno de uma semana para os sintomas cederem e o enfermo se recuperar. Mas é importante ressaltar que, quando surgir essas "manchinhas", você procure um médico para que este lhe receite uma medicação apropriada e reduza corretamente o tempo de ação do vírus no seu organismo. 
Apesar de ser um vírus chato e deixar marquinhas pelo corpo, não é uma doença perigosa. Normalmente, o organismo necessita de uma ou duas semanas para vender a enfermidade. Logo, ao sentir um destes sintomas, você deve procurar um médico, que poderá dar um diagnóstico preciso e prescreverá a terapia antiviral apropriada. Também, para não contagiar a outras pessoas, procure permanecer em casa até a recuperação completa.





Para evitar o contágio, procure seguir as normas de higiene pessoal e oriente seu filho a sempre lavar as mãos antes de refeições e após visitas a lugares públicos. E para um melhor cuidado e uma melhor prevenção da doença, compartilhe a informação com seus entes queridos! 



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.