Se seu coração está acelerado, aprenda a controlar a taquicardia em menos de 1 minuto!

A taquicardia é uma aceleração dos batidas do coração. Os batimentos cardíacos se caracterizam por manter um ritmo estável. Ou seja, acelerado, porém regular. A diferença é que a arritmia se apresenta com um ritmo irregular, em que os batimentos podem passar de rápidos a lentos, e vice-versa. E isso em questão de segundos, sem seguir uma sequência regular. A taquicardia vem de forma repentina e surge sem que tenha ocorrido nenhum esforço físico. Ela é muito perigosa para a vítima: pode ser um sintoma de alguma cardiopatia mais grave, como um ataque cardíaco. Além de incômoda, esta sensação provocará outras reações no organismo, como cansaço e falta de ar. Ele pode ocorrer em pessoas que sofrem de hipertireoidismo, estresse ou fadiga.
De qualquer modo, é muito importante saber deter a taquicardia e recorrer a um serviço médico de emergência para o problema ser investigado melhor.
Mostraremos neste post duas formas naturais de controlar a taquicardia de forma natural em menos de um minuto, o que vai ajudar a prevenir possíveis complicações.
MAS ATENÇÃO!
Este métodos só podem ser usados quando a taquicardia surgir devido a situações normais, como medo ou estresse.
Não podem de maneira alguma ser aplicados quando a taquicardia é provocada por problemas cardíacos, pois neste caso pode ser necessário tomar remédios indicados pelo médico e, em casos mais graves, pode ser necessário até fazer cirurgia.
COMO DETER A TAQUICARDIA EM MENOS DE 1 MINUTO DE FORMA NATURAL
Observando o que dissemos acima, se a taquicardia tiver relação com situações como medo ou estresse, ela pode ser controlada das seguintes formas:
1. Com água fria
Encha uma bacia profunda com água fria - quanto mais fria, melhor. Por isso é aconselhável colocar algumas pedras de gelo dentro da água. Quando você sentir seu pulso muito acelerado em um ritmo muito rápido, respire fundo, segure e mergulhe o rosto na bacia água fria. Coloque todo o rosto dentro da bacia com água e fique lá pelo tempo que puder. Pode deixar os ouvidos fora. Quando a face entra em contato com a água fria, os nervos que atuam sobre o ritmo cardíaco são estimulados. Devido ao frio extremo, o cérebro envia sinais para o resto do corpo para diminuir o metabolismo, o que leva a uma desaceleração do coração. Isso é conhecido como "reflexo de mergulhadores".
2. Com respiração profunda
Você só precisará manter uma respiração profunda e controlada por alguns minutos. Primeiro inale o ar, tanto quanto possível. Inale até que você sinta que não pode inalar mais. Em seguida, rapidamente expire todo o ar dos pulmões. Tão rápido quanto você puder, até que não tenha nada a exalar. Respirar no limite da capacidade do pulmão vai ajudar a reduzir o ritmo do coração. Estas respirações são mais intensas do que as respirações profundas, então você não pode realizá-las por muito tempo. Um minuto deste exercício já será suficiente para deter a taquicardia.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.