Eis o que acontece se você pressionar uma espinha no rosto.

Existe uma tentação forte pra espremer a espinha inflamada e cheia de pus, assim que ela salta na pele. Não é inexplicável, afinal, quem não se sente incomodada com a dita-cuja toda vez que se olha no espelho? Sem contar a sensação de que todo mundo está olhando para o “sinal vermelho” no seu rosto, certo? Mas superar a vontade de apertá-la é a melhor coisa que você faz. Entenda o porquê:

Não machuque sua própria pele

Quando você espreme a espinha, não faz com que ela desapareça. Momentaneamente pode até ser, mas depois ela volta piorada, quase numa versão 2.0. Isso porque, ao espremer, você força o pus a sair, o que machuca sua pele e a deixa com uma ferida aberta. O grande perigo é que, por mais limpa que esteja sua mão, ela contém bactérias (principalmente embaixo das unhas) que vão entrar na pele e agravar o quadro de acne. Moral da história: ao espremer uma, você praticamente garante o convite pra outra espinha surgir. Ou até mais de uma.

A questão das cicatrizes

Depois de espremer a espinha, você também acaba ganhando uma cicatriz e essa é permanente, só vai deixar sua pele depois de alguns tratamentos, peelings e cremes. Ou seja, não compensa. Sem contar que, na hora de cutucar a espinha, a pele fica mais vermelha e o problema acaba até aparecendo maior do que é.

E a limpeza de pele?

Ela ajuda bastante, principalmente na remoção de cravos. Mas a esteticista pode, sim, espremer sua pele porque ela tem os recursos pra isso: equipamentos esterilizados, produtos que ajudam a abrir e a limpar os poros e toda a técnica aprendida em muitos cursos.

Agora, o ideal é que a limpeza de pele seja recomendada por seu dermatologista. Muitas vezes, quando a acne está inflamada, o ideal é nem fazer limpeza de pele e tratar o problema com remédios via oral. Em alguns casos, nem o esfoliante é indicado e só seu médico sabe certo qual o melhor jeito de curar sua acne.

Como agir quando a espinha surge?

Quando a acne não surge com frequência e não é tão grande, o ideal é você aplicar um gel secativo nela antes de dormir, depois de higienizar bem a pele. Esse tipo de produto costuma conter em sua fórmula ácido salicílico e extrato de benzoíla, duas substâncias que ajudam a espinha secar mais rápido, de forma natural, sem causar danos à pele, uma vez que eles matam as bactérias da região, tratando de dentro pra fora.

Rotina de limpeza

Ao acordar, lave o rosto com um sabonete antiacne. Em seguida, limpe a pele com adstringente e passe o protetor solar em gel (livre de óleo, pra não entupir os poros). Caso sua pele tenha acne mais aparente, existem gel e creme que devem ser utilizados nesse momento também.
Antes de dormir, limpe a pele com o sabonete e o adstringente e use uma pomada antiacne e o gel secativo.
Uma vez ou duas na semana (de acordo com as recordações médicas), use um esfoliante. Ele ajuda a remover o tecido morto da pele, garantindo a desobstrução dos poros.
Sempre com prescrição médica

Todos os produtos devem ser receitados pelo seu dermatologista, ok? E nunca use receitas caseiras para secar mais rápido as espinhas, como pasta de dente na acne. A pasta de dente não tem nenhum efeito comprovado e ainda pode irritar sua pele, deixando a região ainda mais vermelha.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.