Cinetose - Saiba mais sobre a doença do movimento

A doença de movimento ou CINETOSE 
afeta crianças e adultos. 
Náuseas, tonturas e suor frio, podem impedi-lo de viajar. Você passa mal quando anda em algum meio de transporte ou diante de alguns movimentos atípicos de seu corpo? 
Se sua resposta foi "sim", provavelmente você tem cinetose, a "doença do movimento" 
ou o "mal do movimento".

Para que o corpo possa se orientar, o sistema nervoso central combina as informações transmitidas pela visão, pelo tato e pelo labirinto (orelha interna). No entanto, se houver conflito no registro dessas informações, ele pode reagir desencadeando a cinetose.

Alguns cuidados contra a cinetose

Para diminuir as chances de ter cinetose ou para tentar minimizá-la ao usar meios de transporte, algumas dicas podem ajudar:

Fixe a visão no horizonte
Não leia ou mexa no celular
Sente no banco da frente ou, se possível, dirija
Coma pouco ou não coma antes da locomoção
Não consuma bebida alcoólica
Fique calmo
Não observe ou converse com alguém que esteja tendo cinetose
Use os medicamentos prescritos pelo médico uma hora antes das viagens curtas
Faça o tratamento preventivo e também durante todo o percurso de viagens longas (em navio, por exemplo), orientado pelo médico.

Alguns problemas neurológicos ou psiquiátricos também podem provocar cinetose. O primeiro sinal dessa síndrome costuma ser a palidez, frequentemente seguida por bocejos, inquietação, suor frio acima do lábio superior ou em todo o rosto. Depois disso, pode ocorrer náusea, salivação excessiva, desconforto físico, fadiga, dor de cabeça ou tontura, terminando em vômitos. Nos casos mais intensos, essa síndrome pode provocar desequilíbrio corporal, queda da pressão arterial, desidratação e abatimento físico e psíquico.

As pessoas com cinetose, além sentir enjoo ao andar de barco, avião e até em carro, geralmente passam mal também em brinquedos como roda-gigante, carrossel, montanha-russa, gira-gira, balanço e gangorra.

Essa doença pode afetar homens, mulheres e até crianças, principalmente as que têm entre 2 e 12 anos de idade, sendo as pessoas com enxaqueca as mais susceptíveis a desenvolver o problema.

Pessoas saudáveis também podem apresentar os sintomas da cinetose diante de movimentações inabituais do corpo, da cabeça ou quando o ambiente onde estão se movimenta. Contudo, naqueles que têm a doença, os efeitos são bem mais frequentes e, geralmente, mais intensos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.