Empresa obriga funcionários a usarem fraldas durante os turnos para aumentar a produção


Você já se imaginou trabalhando de fraldas? Pois saiba que isso já acontece em uma empresa em Honduras. Chamada Kyungshin-Lear, a empresa foi denunciada por obrigar que seus funcionários usem fraldas a fim de aumentar a produtividade.



TRABALHAR DE FRALDAS PARA AUMENTAR A PRODUÇÃO


A ideia é que eles não gastem o tempo no banheiro e consigam bater recordes na fabricação de arneses – uma espécie de gancho usado por alpinistas– que são exportados para os Estados Unidos.


A denúncia foi feita por um líder sindicalista, Daniel Duron, que contou que homens e mulheres são obrigados a comprarem as próprias fraldas. O motivo é que muitos deles foram demitidos por usarem o banheiro além do que já era permitido, prejudicando o processo de produção. Contudo, conforme relatado pela Oddity Central, a Lear negou as acusações.

Segundo o representante legal da empresa em Honduras, Edgardo Dumans, nunca, nenhum direito dos funcionários foi violado. Uma das funcionárias, Maria Galeano, que trabalhou cerca de sete anos na empresa, confirmou as acusações de Duron.

É embaraçoso ter que dizer que temos de usar fraldas porque não tínhamos permissão de ir ao banheiro, mas há um grande número de empregados que também pode confirmar isso”, disse ela em entrevista à imprensa local. A empresa Kyungshin-Lear Electrical Distribution Systems opera em Honduras há cerca de 10 anos e possui cerca de 3500 funcionários.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.