5 maus hábitos que você deve evitar depois de comer.

A princípio podem parecer ações inofensivas, mas com o passar do tempo estes cinco hábitos podem influenciar no aparecimento de sintomas incômodos ou problemas graves de saúde.

O alimento é uma condição essencial para a sustentação da vida, ou seja, para que a alimentação seja feita de maneira correta tem que ser ingerida na quantidade e variedade adequadas, caso contrário o organismo não desenvolve corretamente suas funções e acaba por não conseguir prevenir as doenças causadas por uma má alimentação ou por alguns hábitos que levamos ao longo da vida que podem interferir drasticamente na nossa saúde.

A maioria das pessoas tem alguns minutos livres depois de comer, e coloca em prática alguns hábitos para se distrair ou relaxar após as principais refeições.

Estes costumes se espalharam com o passar dos anos, e ainda que alguns sejam realizados de forma inconsciente, nem sempre são bons para manter o bem-estar.


Conheça cinco hábitos que você deve evitar fazer após comer:

1. Dormir

Tirar uma soneca ou ir dormir depois de comer pode causar sintomas incômodos a nível digestivo.

Mesmo que para muitos este seja um hábito relaxante e necessário, é primordial saber que sua prática afeta de forma direta o processo de digestão.

Dado que o corpo está deitado, os sucos gástricos não cobrem por completo os alimentos no estômago e, por consequência, não aproveita de forma ótima os nutrientes.

Além disso, isso pode causar problemas no esôfago, já que sua natureza ácida causa refluxo e sensação de queimação.

2. Fumar

Não é segredo para ninguém que o mau costume de fumar tem graves consequências para a saúde pulmonar e cardiovascular.

O que alguns desconhecem é que os riscos são ainda maiores quando este hábito é praticado depois de uma refeição principal.

Isso se deve ao fato da nicotina se unir ao excesso de oxigênio que é necessário no processo digestivo. Por outro lado, isso também facilita a absorção de carcinogênicos.

3. Comer frutas

Alguns podem pensar que as frutas são uma alternativa saudável para complementar os pratos principais do dia. São doces, versáteis e parecem uma boa opção para substituir as sobremesas tradicionais.

No entanto, o que poucos sabem é que é melhor consumi-las com o estômago vazio, seja em jejum ou entre as refeições.

Este alimento requer enzimas diferentes para ser bem digerido e seus açúcares naturais precisam de mais tempo para serem absorvidos em sua totalidade.

Sem outros alimentos para serem digeridos, o corpo se beneficiará de todos os seus nutrientes, fibras e açúcares simples que aumentarão os níveis de energia.

Ao comer as frutas momentos antes ou depois de uma refeição farta, seus restos permanecerão no estômago por mais tempo e podem provocar indigestão, gases e outros incômodos.


4. Tomar um banho

Mesmo que tomar uma ducha seja relaxante e bom para a saúde circulatória, não é bom fazê-lo depois de comer, já que pode provocar enfraquecimento do sistema digestivo.

Este hábito aumenta o fluxo sanguíneo para as mãos e para a parte inferior do corpo, por isso reduz a quantidade que deveria ir para o estômago. 

Como consequência, suas funções se tornam deficientes, o que pode originar dores, inflamação e sensação de peso no estômago.


5 Beber chá

Apesar do chá ser uma bebida saudável, não é aconselhada sua ingestão com os pratos principais do dia.

Este alimento interfere na absorção do ferro, dado que contém uma substância chamada ácido tânico que se une com as proteínas e este mineral.

Como resultado, existe uma redução de até 87% na absorção de ferro, o que pode conduzir a episódios crônicos de anemia.

Este nutriente é essencial para a produção de glóbulos vermelhos no sangue e sua deficiência conduz a sintomas como:
  • Dor no peito
  • Pele pálida
  • Fraqueza e cansaço extremos
  • Unhas quebradiças
  • Falta de apetite
  • Mãos e pés frios

Você tem algum destes costumes em seu dia a dia? Se sim, faça uma nota mental daqui para frente e procure evitá-los para que não interfiram em sua saúde.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.