7 dos maiores itens perdidos que ainda não foram reencontrados.



7 dos maiores itens perdidos que ainda não foram reencontrados.

Quando crianças adorávamos brincar de caça ao tesouro, seja como piratas, escondendo objetos para nossos amigos encontrarem e na Páscoa (escondendo ovos, afinal quem nunca?). Hoje em dia, há pessoas que ainda fazem isso, mas não por brincadeira. Esses são os chamados de “Caçadores de Recompensas”, que são seduzidos pelas grandes lendas e histórias de grandes riquezas escondidas e perdidas ao redor do mundo.

Você verá a seguir 7 itens perdidos que não foram reencontrados, o que significa que em vez de esperar ganhar na Mega-Sena, você pode agir saindo em incríveis aventuras em busca deles. Ou, como a maioria das pessoas, só sonhar com a possibilidade. Confira a seguir:



7 – A Coruja Dourada – França





Em abril de 1993, alguém com o pseudônimo de “Max Valentin” supostamente escondeu uma coruja dourada em uma área rural francesa, prometendo oferecer 1 milhão de francos a quem a encontrasse. Valentin deu 11 pistas sobre o paradeiro da coruja, mas ela ainda não foi encontrada. Ao longo dos anos, alguns caçadores de tesouros emergiram, destruindo locais e até chegando a queimar uma capela na busca da coruja dourada.


Infelizmente, Valentin morreu em 2009 e não está claro se a coruja ainda está definitivamente escondida, mas durante uma entrevista em 1997, Valentin respondeu às perguntas dos caçadores de tesouros e assegurou aos que ainda estavam buscando que ele havia verificado periodicamente o local da coruja para se certificar se ainda estava lá. Aparentemente, alguém havia se aproximado, já que Valentin encontrou as redondezas do local com mudanças, mas desde então, parece ser o mais próximo que alguém chegou.

6 – A Câmara de Âmbar – Alemanha


Em 1716, o rei prussiano, Frederick William, presenteou o Czar russo Pedro, o Grande, com uma sala cujas paredes foram construídas em âmbar. Os painéis das paredes eram elaborados e bonitos, e a sala até mesmo foi considerada por alguns como a oitava maravilha do mundo.

Em 1941, a grande Câmara de Âmbar foi separada e roubada pelos soldados alemães e, no final da Segunda Guerra Mundial os painéis desapareceram completamente. De acordo com alguns pesquisadores, os painéis das paredes devem ter sido destruídos durante a operação militar soviética de Kaliningrado; outros acreditam que os painéis foram transportados para outro local antes da destruição da cidade.

 5 – Os Manuscritos de Cobre – 64 lugares desconhecidos






Um par de manuscritos de cobre foi encontrado em 1952 dentro das profundezas do mesmo sistema de cavernas jordanianas no qual os Manuscritos do Mar Morto originais foram encontrados em 1946.

Esses pergaminhos acabaram por ser dois pedaços separados de um grande manuscrito escrito em uma derivação exclusiva do hebraico. Ao contrário dos outros Manuscritos do Mar Morto, este detalha os locais de 64 tesouros separados de ouro e prata. Devido às instruções inespecíficas, os caçadores de tesouros não sabem por onde procurar essas riquezas escondidas.

4 – A Flor Do Mar


A Flor do Mar era um navio mercante português (o maior navio de vela construído na época) que estava voltando à Portugal depois da conquista de Malaca. A embarcação já era conhecida por ser um navio não muito propício para navegar entre os mares, mas como era grande e majestosa, era o orgulho da frota portuguesa.

O rei Afonso a tinha encarregado de trazer ao seu país a enorme fortuna tirada do rei de Sião como tributo. O navio foi pego em uma tempestade a caminho de Malaca e naufragou em meio aos cardumes, afundando e sendo esquecido nas profundezas do mar. Ninguém sabe exatamente onde reside a Flor do Mar. Quem achar esse tesouro, porém será o proprietário de mais de sessenta toneladas de ouro e diamantes do tamanho do punho de um homem.





3 – O Tesouro Perdido do Álamo


A Batalha do Álamo é uma das batalhas mais memoráveis da história americana. Jim Bowie e Davey Crockett eram dois dos 188 homens que lutaram contra o poderoso exército mexicano de Santa Ana e morreram no processo. Existe a lenda de que um gigantesco tesouro reside em San Saba, supostamente enterrado em algum lugar nas terras do Álamo.

Dizem que o tesouro contém milhões de dólares em ouro, prata e artefatos religiosos que inicialmente seriam usados para construir um exército e pagar a próxima guerra. Nem um único vestígio da enorme fortuna foi encontrado até o momento.

2 – Os Ovos Fabergé – Rússia


Quando a família imperial Romanov foi violentamente expulsa do poder dos bolcheviques russos em 1917, os tesouros da família do czar foram confiscados. Entre estes, estavam 52 ovos artesanais bem elaborados e com joias, criados pela Casa de Fabergé.

O artesanato desses ovos luxuosos é considerado um dos melhores que o mundo já viu. Embora todos os ovos deveriam ser levados ao Kremlin, 8 deles “se perderam misteriosamente” durante a viagem.

1 – $ 200 milhões ao largo da costa – Key West






Em 1622, o galeão espanhol Nuestra Senora de Atocha estava voltando para a Espanha quando foi apanhado em um furacão ao largo da costa de Key West. Muitos navios pereceram no furacão, todos os quais carregavam uma enorme carga de ouro, prata e gemas que foram valorizadas em cerca de US $ 700 milhões hoje. Mas a maior parte do tesouro já foi encontrado.

Em 1985, o caçador de tesouros, Mel Fisher, encontrou US $ 500 milhões do tesouro enterrado a menos de 160 quilômetros da costa de Key West. Os especialistas acreditam que ainda há muitos tesouros a serem encontrados. O manifesto original do capitão diz que ainda existem cerca de 17 toneladas de barras de prata, 128 mil moedas de valores diferentes, 27 quilos de esmeraldas e 35 caixas de ouro.




Compartilhe com seus amigos !!!














Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.